Dia internacional do Jornalista

Hoje cedo vi que o 8 de setembro é o Dia Internacional do Jornalista. Mas porque, 8 de setembro? Sempre me pergunto o por quê das datas. #alockadasdatascomemorativas

Pois bem, a data marca o assassinato de Julius Fucik. Jornalista nascido em Praga, República Tcheca, membro do partido comunista da antiga Checoslováquia e membro da resistência contra o nazismo na Segunda Guerra Mundial.

Julius dedicou sua vida à sua profissão e, apoiado nela, lutou contra os ideais nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Inspirando ideias de independência aos povos oprimidos, Fucik, acreditando que todo jornalista deveria voltar seus esforços para defender os mais fracos e zelar pela liberdade de expressão, acabou sendo morto no dia 08 de setembro de 1943 por razões políticas.

Para homenageá-lo, a Organização Mundial das Nações Unidas estabeleceu a data de hoje, 8 de setembro, como o Dia Internacional do Jornalista. A tão antiga profissão (o jornal mais antigo data de 59 a.C.!) já sofreu muitas mudanças em sua estrutura ( a internet e sua instantaneidade!) mas algumas características prevalecem.

Assim como Fucik, procurando manter uma postura ética, compromisso com a verdade e o serviço à sociedade, jornalistas de todo o mundo em atividade profissional quotidiana em defesa das mais nobres aspirações dos povos (os direitos humanos, liberdade de expressão, melhoria das condições sociais e demais assuntos) colocam muitas vezes a própria vida em risco.

Em 1950, Julius “recebeu” o prémio da paz, a título póstumo, outorgado pelo Conselho Mundial da Paz. Julius_Fucik

Anúncios